13 de Maio: Dia do Zootecnista

O que os profissionais esperam da Zootecnia para os próximos anos

A Zootecnia é a profissão que desenvolve e aprimorar as potencialidades dos animais domésticos , com o objetivo de incrementar sua produção como fonte alimentar e outras finalidades.

Dia 13 de Maio é dia do Zootecnista e nós, como orgulhosas Zootecnistas que somos, não poderíamos deixar de prestar uma homenagem a nossa amada profissão.

Nós, da equipe Carne com Ciência, recolhemos depoimentos de vários colegas de profissão para mostrar o quanto a Zootecnia é uma profissão importante para a economia do nosso país. Eles nos contaram sobre as áreas que atuam e porque as escolheram, no que contribuem para a sociedade e o que eles esperam de suas áreas de atuação para os próximos anos.

 

Diego Echeverria | Carne com CIência

“Trabalho com Forragicultura e escolhi essa área pelo prazer de produzir alimento em quantidade e qualidade para quem nos serve de alimento (Ruminantes). A Forragicultura é uma das formas mais baratas de se produzir proteína de origem animal. Para crescermos na produção animal, acredito que deva haver mais união dos setores além de foco e trabalho de qualidade.”
Diego Echeverria, Zootecnista graduado pela UFMS em 2010 e doutorando em Ciência Animal pela UFMS.

“Trabalho com Consultoria de abates de bovinos de corte e escolhi esta área por oportunidade e aptidão. Colaboramos com a sociedade auxiliando para a melhoria de bem-estar animal e qualidade da carne de bovinos. Para os próximos anos, acredito na recuperação econômica do país e no aumento dos contratos de exportação.”
Caio de Assis Rossato, Zootecnista graduado pela UFMS em 2012 e Sócio Diretor da empresa PecBr Consultoria de Abate.

Caio de Assis Rossato | Carne com Ciência
Caiki Fantini | Carne com Ciência

“Além do Mestrado em Ciência Animal, atuo como consultor técnico de Abate e sou responsável técnico do Programa de Incentivo Novilho Precoce no Mato Grosso do Sul. Sempre gostei da bovinocultura de corte e após trabalhar alguns anos no setor frigorífico me identifiquei com a área. No meu trabalho, geramos valor ao produtor rural na forma de consultoria e cursos, além de auxiliar na melhoria dos processos produtivos da fazenda. Acredito que com a preocupação da população em saber, cada vez mais, o que estão comendo, os sistemas de gestão de qualidade, rastreabilidade e sustentabilidade devam se tornar cada vez mais crescentes.”
Caiki Fantini, Zootecnista graduado pela UFMS em 2012, Mestrando em Ciência Animal pela UFMS e Consultor Técnico na empresa PecBr Consultoria de Abates.

“Trabalho com Nutrição de pequenos Ruminantes e escolhi esta área por considerar que a criação de pequenos ruminantes é uma alternativa econômica aos pequenos produtores da região Centro-Oeste. Na minha área de atuação contribuímos diretamente com o pequeno produtor rural, por ser mais uma alternativa de criação e renda e para o consumidor, por ser mais uma opção de proteína animal. A demanda por proteína animal irá aumentar e por isso alternativas devem ser oferecidas ao consumidor.  Além disso, mais pesquisas devem ser realizadas a fim de atender a essa nova dessa demanda e também às novas exigências dos consumidores que buscam carne mais saudável e se preocupam com o bem-estar dos animais.”
Gleice Kelli Ayardes de Melo, Zootecnista Graduada pela UFMS em 2010 e doutoranda em Ciência Animal pela UFMS.

Gleice Kelli Ayardes de Melo
Lincoln Bremm Oliveira

“Atuo na área de desenvolvimento de mercado focado em marketing para produtos de pastagem. Contribuo com a disseminação de tecnologias relacionadas a recuperação das pastagens degradadas da região norte do Brasil, recuperando áreas antes improdutivas ou pouco produtivas e consequentemente reduzindo os desmatamentos produzindo mais carne na mesma área. O aumento da tecnologia para incremento da produção em áreas cada vez menores e aumento global da demanda por proteína com o Brasil tendo papel importante no fornecimento deste alimento é o futuro da produção animal”.
Lincoln Bremm Oliveira, Zootecnista graduado na UFMS em 2008, Mestre em Ciência Animal pela UFMS e atua na área de desenvolvimento de Marketing na Dow AgroSciences.

“Atualmente, faço mestrado em Ciência Animal, na pesquisa da resistência bovina a ectoparasitas. Escolhi essa área por afinidade e também por reconhecer a necessidade do mercado por profissionais com habilidades para auxiliar os produtores rurais. Além disso, esta área de atuação contribui na redução das perdas econômicas na pecuária nacional. Para o futuro, espero que o país permaneça líder no mercado de carne, principalmente quesito qualidade.”
Franciele da Silva Oliveira, Zootecnista graduada pela UFMS em 2015 e Mestranda em Ciência Animal.

Franciele da Silva Oliveira
Thalles Policarpo de Carvalho Lima

“Atuo na área de Gestão de Recursos Genéticos de espécies de interesse zootécnico. Escolhi essa área devido à necessidade que eu senti de profissionais para geração de conhecimento específico para atuar na conservação e gestão do material genético dos recursos vivos. Esta área de atuação contribui por meio de geração de conhecimento das espécies. Espero uma projeção positiva de nossas carnes nos mercados interno e externos, e que isto acarrete na melhoria da qualidade ainda maior de nossas carnes.”
Thalles Policarpo de Carvalho Lima, Zootecnista graduado pela UEMA em 2013 e Doutorando em Ciência Animal.

“Trabalho na formação de profissionais que irão atuar no agronegócio brasileiro, particularmente na cadeia produtiva da carne, ajudando o desenvolvimento do setor e por consequência do país. Apesar de recentes tropeços no mercado da carne brasileira, minha perspectiva é a rápida retomada do mercado e a qualificação do nosso produto para alcançar preços mais elevados no mercado externo.”
Milena Wolff Ferreira, Zootecnista graduada pela UFLA em 2002 e Docente do curso de Zootecnia na UCDB.

Milena Wolff Ferreira
Thiago Teixeira de Menezes

”Ser vendedor me permite todos os dias ter uma nova oportunidade para alcançar metas e objetivos. Contribuímos com a sociedade aumentando a produtividade do homem do campo. Acredito que o Brasil continua sendo um país de oportunidades para a pecuária, porém a pressão  agora é por uma pecuária sustentável e tecnificada”.
Thiago Teixeira de Menezes, Zootecnista, graduado pela UFMS em 2012, trabalha na área comercial da empresa Dow AgroSciences no segmento de pastagem.

’Desenvolvo trabalhos tanto em questões macroeconômicas, como no entendimento do funcionamento dos mercados, análises de políticas públicas e estudos de comportamento de consumo, bem como na parte microeconômica no tocante a avaliação de sistemas e técnicas produtivas. Entendo que uma série de ajustes já estão em prática, no tocante as questões técnicas, ambientais e sociais, contudo, não se deve deixar jamais de se buscar por melhorias produtivas e administrativas que venham a incrementar a quantidade e qualidade dos produtos oferecidos, contribuindo assim para a melhoria da geração de renda e riqueza para o país”.
Ricardo Carneiro Brumatti, Zootecnista graduado em 1998 pela FZEA/USP, Doutor em Zootecnia pela FZEA/USP, professor na FAMEZ/UFMS, atua na área de Economia Rural.

Ricardo Carneiro Brumatti
bruno_carne_com_ciencia

‘’Bovinos de corte sempre foi meu maior interesse e trabalhar em uma associação é importante para conseguir ajudar na evolução da cadeia produtiva e levar conhecimento para os produtores que ainda não possuem informação de qualidade. Procuramos incentivar a produção intensiva, em qualidade e sustentável e promover a imagem positiva do setor, incentivando a produção de bovinos de corte respeitando os conceitos relacionados a bem-estar animal, sanidade e preservação ambiental. Acredito que o consumo de carne bovina tende a crescer de forma qualitativa, ou seja, mais produtos de boa qualidade serão exigidos pelos consumidores’’.
Bruno de Jesus Andrade. Zootecnista, graduado pela UEM em 2006, gerente técnico na Associação Nacional dos Confinadores.

‘’Todos os direcionamentos e objetivos que traçamos para alcançar com o melhoramento genético está associado ao aumento de produtividade com qualidade, e desta forma contribuímos com o aumento da produtividade do agronegócio, contribuímos para maior produtividade sem que haja mais desmatamento e melhoramos a qualidade das carnes que vendemos e consumimos de forma nacional. Eu acredito que a pecuária tradicional e explorativa está fadada ao fracasso, e portanto o mercado da pecuária em futuro próximo, e para aqueles que mantém uma visão empreendedora e profissional será um ótimo mercado’’.
Lucas Silva, graduado na UEM no ano de 2007, autônomo na área de melhoramento genético animal de gado de corte.

lucas_carne_com_ciencia
Renan Forti

‘’Trabalho na área comercial com Nutrição Animal e escolhi a área por afinidade e por ser um mercado em expansão que há uma demanda crescente e constante. Minha área contribui para a produção de carne commodite e carnes com qualidade superior, geração de empregos no campo, desenvolvimento e disseminação de novas tecnologias. A expectativa para os próximos anos é que haja maior exigência em qualidade por parte dos consumidores e tendência de crescimento em cortes gourmet (Linhas Premium)’’.
Renan Forti, graduado pela UEM em 2006, Gerente Regional na Macal Nutrição Animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *